Pagamento da Sétima parcela do Auxílio Emergencial: Confira as datas!

Nesse artigo você verá tudo sobre o pagamento da Sétima parcela do Auxílio Emergencial, verá os valores, quem tem direito e quantas parcelas serão.

O Auxílio Emergencial veio para ajudar as pessoas que têm baixa renda e estavam passando por dificuldades.

Publicidade

O pagamento da Sétima parcela do Auxílio Emergencial irá ajudar muitos brasileiros necessitados, confira aqui o calendário.

Pagamento da Sétima parcela do Auxílio Emergencial: Calendários

O pagamento da Sétima parcela do Auxílio Emergencial para quem recebe o Bolsa Família de acordo com o dígito final do NIS:

  • 1 – 18/10
  • 2 – 19/10
  • 3 – 20/10
  • 4 – 21/10
  • 5 – 22/10
  • 6 – 25/10
  • 7 – 26/10
  • 8 – 27/10
  • 9 – 28/10
  • 0 – 29/10.

O calendário do público geral para o saldo em conta é de acordo com o mês de nascimento:

Publicidade

  • Janeiro – 20/10
  • Fevereiro -21/10
  • Março – 22/10
  • Abril – 23/10
  • Maio – 23/10
  • Junho – 26/10
  • Julho – 27/10
  • Agosto – 28/10
  • Setembro – 29/10
  • Outubro – 30/10
  • Novembro – 30/10
  • Dezembro – 31/10.

Para o público geral os pagamentos ficam disponíveis para saque seguindo o mês de nascimento:

  • Janeiro – 01/11
  • Fevereiro – 03/11
  • Março – 04/11
  • Abril – 05/11
  • Maio – 09/11
  • Junho – 10/11
  • Julho – 11/11
  • Agosto – 12/11
  • Setembro – 16/11
  • Outubro – 17/11
  • Novembro – 18/11
  • Dezembro – 19/11.

A Caixa Econômica Federal começa a liberar nesta sexta-feira o pagamento da sexta parcela do Auxílio Emergencial.

Publicidade

Os valores variam de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

É preciso atender uma série de critérios para receber o novo auxílio:

  • Ter recebido o Auxílio Emergencial em 2020
  • Ser trabalhador informal ou beneficiário do bolsa família
  • Ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300)
  • Ter renda familiar por pessoa até meio salário mínimo (R$ 550).

As parcelas serão creditadas para quem se cadastrou no site ou no aplicativo do programa em 2020 ou que fazem parte do cadastro único.

pagamento da sétima parcela do auxílio emergencial

Sobre o Auxílio Emergencial

O benefício do Auxílio Emergencial vai acabar em outubro.

Os 39 milhões de beneficiários vão receber no próximo mês a última parcela do benefício.

O fim do Auxílio Emergencial foi confirmado após o anúncio do Auxílio Brasil, novo programa de transferência de renda que deve entrar em vigor a partir de novembro de 2021.

Previsto para ter duração entre abril e julho, o auxílio foi prorrogado por mais três meses para acompanhar o ritmo da vacinação da população adulta.

Após o fim do benefício em outubro, a intenção do governo é inserir parte dos beneficiários no Auxílio Brasil, programa que vai substituir o Bolsa Família.

Para viabilizar o Auxílio Brasil o governo federal precisa aprovar no Congresso a PEC dos precatórios, que vai permitir o parcelamento da dívida de R$90 bilhões prevista para 2022.

Assim, abrir espaço no orçamento para financiar o novo programa.

Criado pela Medida Provisória nº 1.061, o Auxílio Brasil terá três benefícios principais e outros seis auxílios complementares.

O governo federal busca espaço no orçamento para aumentar em pelo menos 50% o valor atual do benefício do Bolsa Família, que é de R $190 mensais.

Com o reajuste o programa passaria a oferecer um tíquete médio de R$ 300 para uma quantidade maior de beneficiários.

Já o saque da sétima parcela será liberado cerca de 15 dias após o dinheiro cair na conta do Caixa Tem.

Fique atento ao calendário de pagamento da Sétima parcela do Auxílio Emergencial e não perca o benefício!

Acompanhe nosso blog e fique sempre atualizado!

Publicidade