Valores a Receber do Banco Central: Como sei se tenho direito aos saques?

As pessoas que querem informações sobre os Valores a Receber do Banco Central podem ter essas informações nesse artigo.

Ao todo o Banco Central estima que os clientes tenham de receber cerca de R$ 8 bilhões.

Publicidade

Continue essa leitura e saiba tudo sobre os Valores a Receber do Banco Central.

Valores a Receber do Banco Central: Requisitos para fazer os saques!

Qualquer pessoa que seja física ou jurídica pode utilizar dos Valores a Receber do Banco Central.

As instituições financeiras devem encaminhar os dados ao Banco Central e até o último dia do mês subsequente.

Publicidade

A exceção são as administradoras de consócios e que nesse caso devem enviar essas informações trimestralmente, devido a isso, essas informações não são atualizadas em tempo real.

O Sistema de Valores a Receber, com o objetivo de que seja facilitada uma comunicação entre um credor e uma instituição financeira, tem como obrigação a devolução dos valores.

Se uma pessoa que tenha um valor esquecido já tiver falecido, os herdeiros de contribuintes poderão realizar por esse resgate, o Banco Central ainda divulgará quais são os procedimentos para que os terceiros autorizados possam requerer esse valor.

Publicidade

Já é possível que seja consultada se a pessoa falecida já tenha algum valor parado. As situações que possam envolver as questões legais que sejam as específicas e no caso de falecidos serão tratados em uma próxima fase que é a desse sistema.

Em uma primeira fase o dinheiro compreendido é de:

  • Contas-correntes e de poupança, que foram encerradas com um saldo disponível
  • Tarifas e as parcelas ou as obrigações que sejam de cunho de operações de crédito e que foram cobradas indevidamente, mas que tenha uma devolução que é prevista em um termo de compromisso e que foi assinado pelo Banco Central
  • Cotas de capital, as sobras líquidas de beneficiários, bem como, dos participantes de cooperativas de crédito e os recursos não procurados, mas que fazem parte de grupos de consórcios que já foram encerrados, também fazem parte dessa primeira fase para quem tem direito aos valores.

Em breve, poderão ser liberados as tarifas e as parcelas ou as obrigações que sejam em relação operações de crédito, mas que foram cobradas indevidamente, que estão previstas ou não no termo de compromisso com o Banco Central e as contas de pagamento que são pré-paga ou pós-paga que foram encerradas e com um saldo disponível.

As contas de registros que são as mantidas por corretoras e as distribuidoras de títulos e de valores mobiliários que foram os encerrados com um saldo disponível e em outras situações que possam implicar em valores a serem desenvolvidos e que sejam reconhecidas pelas instituições financeiras.

valores a receber do banco central

Veja onde consultar seus valores

O acesso é simples e pode ser feito da seguinte maneira:

  1. Acesse o site
  2. Insira o seu CPF ou CNPJ
  3. Digite sua data de nascimento ou criação da empresa
  4. Será informada uma data para uma nova consulta, nessa você realizará o saque dos valores. Na data que será a informada por esse site, volte a essa página
  5. Use de seu login Gov.br nível prata ou ouro
  6. Informe o meio de transferência dos valores.

Para acessar a esse sistema por meio de um aplicativo, baixe o aplicativo para iOS ou Google Play, a criação da conta é gratuita.

Para aumentar seu nível de login Gov.br, será preciso seguir os passos para fazer o reconhecimento facial, assim você terá permissão de acesso a bancos que sejam credenciados e para os mais importantes e sensíveis serviços, mas que são destinados para um cidadão que tenha uma conta.

Quer mais informações sobre o Valores a Receber do Banco Central, acompanhe o nosso blog!

Publicidade