Dinheiro esquecido nos bancos! Saiba como sacar os valores!

Por meio da plataforma Valores a Receber do banco central, você pode ver “perdas” antigas em contas bancárias fechadas ou taxas indevidas cobradas por bancos e outras entidades financeiras que resultaram em dinheiro esquecido nos bancos.

Segundo o Banco Central, 114 milhões de pessoas e 2,7 milhões de empresas entraram no sistema de assessoria para verificar se têm saldos disponíveis em alguma instituição.

Publicidade

Destes, 25,9 milhões de pessoas físicas e 253 mil empresas descobriram que tinham valores a receber.

Confira na sequência como sacara esse dinheiro esquecido nos bancos.

Dinheiro esquecido nos bancos: Como efetuar o saque?

Após consultar o dinheiro esquecido nos bancos e verificar a possibilidade de saque, você deve clicar em uma das opções indicadas pelo sistema para resgatar:

Publicidade

  • Solicite aqui: reembolse o valor via Pix em até 12 dias úteis. O usuário deve escolher uma das chaves Pix e fornecer dados pessoais e salvar o número do contrato caso precise entrar em contato com a agência
  • Solicitado pela Instituição: em casos nos quais as instituições financeiras não oferecem reembolsos via Pix. Os usuários devem entrar em contato com o telefone ou e-mail fornecido para combinar uma forma de retirada com a instituição.

Os procedimentos são para as duas primeiras rodadas de liberação dos valores esquecidos nos bancos.

Após a conclusão desse novo ciclo de agendamento, o sistema de Valores a Receber será reformulado em 17 de abril e estará disponível para consultas novamente em 2 de maio, com as seguintes alterações:

  • Não serão mais necessários agendamentos, os cidadãos podem solicitar resgate de recursos na primeira consulta
  • Os dados enviados pelo banco serão atualizados, possibilitando que novas pessoas sejam beneficiadas pelo resgate e que novos valores possam ser resgatados por aqueles que já foram beneficiados.

Esse modelo de consulta foi criado para que cidadãos e empresas possam, primeiro, verificar se possuem recursos disponíveis de instituições financeiras.

Publicidade

Mas, existem regras para definir quais quantias podem ser recuperadas, confira a lista:

  • Conta corrente ou poupança fechada com saldo disponível
  • Cobrança indevida de taxas e parcelas em operações de crédito, desde que as devoluções estejam especificadas nos termos de compromisso (assinados pelo banco com o banco central)
  • Participação no capital e distribuição do excedente líquido aos beneficiários e participantes das cooperativas de crédito
  • Recursos não-responsáveis ​​relacionados a consórcios rescindidos.

Segundo o BC, ao todo são 8 bilhões de reais a serem pagos, mas na primeira fase foram emitidos apenas 3,9 bilhões de reais.

No primeiro semestre deste ano a consulta evidenciou que também devem ser devolvidos os encargos e obrigações de crédito cobrados indevidamente e não especificados no prazo de compromisso.

Outros retornos também podem ser previstos, como contas cadastradas mantidas por corretores e revendedores em títulos e valores mobiliários imobiliários.

dinheiro esquecido nos bancos

Como consultar o valor a receber?

Se você também gostaria de saber se possui algum valor esquecido no banco para receber, basta realizar a consulta no site informado pelo Banco Central seguindo o passo-a-passo abaixo:

  1. Entre no site
  2. Informe o teu CPF ou CNPJ, data de nascimento ou de criação da empresa e clique em consultar para verificar se possui algum valor disponível para os dados informados
  3. Caso a resposta tenha sido positiva e você tenha algum valor para recuperar é necessário seguir outros procedimentos para conseguir consultar qual o valor exato e quando o mesmo estará disponível para saque.

Lembrando que os passos citados aqui foram válidos para as duas primeiras etapas de consulta.

Se possuir valores para receber, faça o seguinte:

  1. Acesse o site valorareceber.bcb.gov.br nas datas e prazos de retirada informados na primeira consulta feita. As pessoas que esquecerem a data podem repetir o processo e descobrir a data e o período de retirada no seu caso
  2. Quando chegar a hora, faça login com sua conta Gov.br (para conseguir acessa o recurso é preciso ter conta nível prata ou ouro). Caso o cidadão ainda não possua uma conta nesse nível, ele deve se cadastrar imediatamente no site ou app Gov.br, ou aumentar o nível de segurança (no caso de conta Bronze).

Após os valores, o Banco Central aconselha os titulares de contas a:

  • Não abrir uma conta e ajustar o nível no dia em que o resgate for organizado
  • Verificar o valor devido, a instituição que deve devolver o valor e a origem (tipo) do valor devido
  • Não consultar ou sacar por meio de outros sites que não sejam o oficial do Banco Central
  • O Banco Central não entrará em contato.

Fique atento as datas que serão confirmadas pelo Banco Central para que você consiga resgatar o seu dinheiro esquecido nos bancos.

Para mais informações sobre esse assunto continue nos acompanhando nesse blog!

Publicidade