Auxílio Prorrogado em mais 3 parcelas!

Nesse artigo você saberá tudo sobre o auxílio prorrogado em mais 3 parcelas.

O auxílio emergencial de 2021 terá mais três parcelas, assim os brasileiros vão receber o pagamento em agosto, setembro e outubro deste ano.

Publicidade

O presidente decretou que irá prorrogar o pagamento, isso foi um alívio para população brasileira, principalmente a classe mais pobre.

Entenda tudo sobre o auxílio prorrogado neste artigo.

Auxílio prorrogado em quantas parcelas?

O auxílio prorrogado vai ter o valor médio de R$ 250 por parcela.

Publicidade

As exceções no valor são para mães e chefes de família que recebem R$ 375 e para pessoas que moram sozinhas que recebem R$ 150.

Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental.

Publicidade

Depois foi estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil.

O valor da quinta, sexta e sétima parcelas do Auxílio Emergencial 2021 permanece o mesmo:

  • R$ 150 para famílias de uma só pessoa
  • R$ 250 para famílias de duas ou mais pessoas
  • R$ 375 para mães chefes de família monoparental.

Só terá direito ao benefício quem seguir esses critérios:

  • Ser trabalhador informal ou beneficiário do Bolsa Família
  • Ter renda familiar mensal de até três salários mínimos
  • Ter renda por pessoa até meio salário mínimo
  • Ter recebido o Auxílio Emergencial em 2020.

Quem não poderá receber o Auxílio Emergencial:

  • Trabalhadores formais, com carteira assinada
  • Quem recebe o benefício do INSS ou de programa de transferência de renda federal
  • Quem recebeu o auxílio em 2020, mas não sacou e nem usou o dinheiro
  • Quem estiver com o auxílio emergencial 2020 cancelado no momento da análise cadastral do novo auxílio
  • Pessoas com menos de 18 anos, exceto mães adolescentes
  • Presidiários
  • Quem teve rendimentos tributáveis acima de 28559,70 R$ em 2019
  • Quem tinha em 31 de dezembro de 2019 a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a 300 mil
  • Quem recebeu em 2019 rendimentos isentos não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superior a 40 mil.

O pagamento é feito pela conta poupança social digital da caixa e a movimentação do dinheiro é feita somente pelo aplicativo da caixa.

Por ele é possível pagar contas, boletos e ainda realizar compras usando o cartão de débito virtual ou QR code.

auxílio prorrogado

Recursos para o Auxílio Emergencial

De acordo com o ministério da cidadania, o calendário de pagamento das três parcelas do Auxílio Emergencial será definido nas próximas semanas.

Para os beneficiários do Bolsa Família, nada muda, os repasses continuam sendo de acordo com o calendário habitual do programa.

Além do decreto, o governo anunciou nesta segunda-feira a edição de uma medida provisória a fim de abrir crédito extraordinário de R$ 20,2 bilhões para o Ministério da Cidadania.

Medidas provisórias têm força de lei assim publicadas no Diário Oficial da União.

Precisam, ser aprovadas pelo Congresso Nacional em até 120 dias para se tornarem leis em definitivo.

Despesas pagas via crédito extraordinário ficam fora do teto de gastos, regra que limita o crescimento das despesas da União à inflação do ano anterior.

O Auxílio Emergencial foi pago em 2020 e retornou em abril deste ano com quatro parcelas.

A prorrogação por mais três meses (agosto, setembro e outubro) já tinha sido anunciada pelo governo nas últimas semanas, mas faltava a formalização.

Agora você sabe mais sobre o auxílio prorrogado e quantas parcelas serão.

Acompanhe mais artigos sobre esses assuntos no nosso blog!

Publicidade