Todas as informações do Novo Calendário Auxílio Emergencial

Se acaso deseja saber qual será o Novo Calendário Auxílio Emergencial e principalmente, quem ainda obtém o direito de receber esse benefício, então leia até o final deste artigo.

Pois aqui vamos explicar todas as informações divulgadas a respeito desse assunto até o dia de hoje, inclusive o novo valor a ser pago.

Publicidade

Como serão definidos os pagamentos Auxílio Emergencial 2021?

Auxílio Emergencial

novo calendário auxílio emergencial

Como você deve lembrar, o auxílio emergencial é um benefício financeiro fornecido pelo governo federal a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados. Sendo assim, ele tem como objetivo fornecer proteção emergencial durante a crise causada pela pandemia do coronavírus (COVID 19) iniciada no ano passado aqui no Brasil. Em 2020, ele começou a ser pago aos beneficiários em abril e terminou em dezembro, pois houve prorrogação. Segundo relatos, o Novo Calendário Auxílio Emergencial será pago em quatro parcelas entre março e junho. Entretanto, o valor do benefício vai mudar para R$ 250,00.

Mas segundo fontes governamentais, o atendimento só será menos de R$ 150,00 e o atendimento às chefes de família será maior de R$ 370,00. A expectativa é de o primeiro pagamento ser depositado no dia 18 deste mês. O cronograma de pagamento deve ser baseado na data estimada pelo subsídio familiar. No entanto, não está claro se o pagamento será feito a todos no mesmo dia ou se o congelamento do pagamento será liberado. O Senado deve votar no segundo turno da votação da PEC e autorizar a liberação de recursos destinados ao custeio dessa ajuda.

Pagamentos do Novo Calendário Auxílio Emergencial

Um Novo Calendário Auxílio Emergencial, originalmente previsto em 2021, deve beneficiar 40 milhões de brasileiros. O número é 8 milhões superior à previsão do ministro da Economia de 4 de fevereiro, mas inferior aos 67 milhões de beneficiários do ano passado. Pois, a previsão da carteira é implementar um filtro de programa e concentrar na população pertencente à classe de pobreza mais baixa.

Publicidade

O número de pessoas atendidas deve incluir os beneficiários do programa Bolsa Família. O valor por beneficiário pode ficar entre R$ 200 e R$ 250. Além disso, a equipe econômica também estudou a eliminação dos pagamentos em dobro as mães solteiras em 2020. Também, segundo o relatório, até 2021, o custo da assistência emergencial ficará entre R$ 8 bilhões e R$ 12,5 bilhões por mês. O Ministério da Economia informou a duração do plano em até três a quatro meses. Confira abaixo as datas do Auxílio Emergencial 2021:

Mês de nascimento Pagamento Saque
Janeiro 06/04 04/05
Fevereiro 09/04 06/05
Março 11/04 10/05
Abril 13/04 12/05
Maio 15/04 14/05
Junho 18/04 18/05
Julho 20/04 20/05
Agosto 22/04 21/05
Setembro 25/04 25/05
Outubro 27/04 27/05
Novembro 29/04 01/06
Dezembro 30/04 04/06

Quem tem direito ao benefício?

O presidente ainda não anunciou quem serão os beneficiários do Novo Calendário Auxílio Emergencial. Entretanto, a ideia inicial era atender os mais de 60 milhões de beneficiários atendidos no ano passado. Porém, somente as pessoas consideradas “intangíveis” (ou seja, quem não recebe nenhum tipo de assistência ou mesmo aquelas sem carteira de trabalho assinada) podem ser liberadas a assistência emergencial. Portanto, a ajuda só pode ser distribuída a metade dos beneficiários no ano passado. Quem detinha direito ao benefício eram:

Publicidade

  • Cidadão maior de 18 anos ou uma mãe menor de 18 anos;
  • Desempregado;
  • Trabalhando como MEI;
  • Doadores individuais de segurança social;
  • Trabalhadores informais;
  • Pertencem a família cuja renda per capita mensal é sem exceder meio salário mínimo ou a renda familiar total abaixo de 3 salários mínimos.

Dessa forma, quem está sem direito e continua sem seguir esse Novo Calendário Auxílio Emergencial são quem:

  • Tem emprego formal ativo;
  • Pertencem a famílias cuja renda seja superior a três salários mínimos ou a renda mensal de cada pessoa seja superior a meio salário mínimo;
  • Você está recebendo seguro-desemprego;
  • Recebam auxílio previdenciário, assistencial ou federal de transferência de renda, exceto bolsas de família;
  • De acordo com a declaração de imposto de renda, seu lucro tributável em 2018 ultrapassou o limite máximo de 28.559,70 reais.

Então, se você se encaixa em uma dessas categorias é provável de você receber essas novas parcelas do benefício. Sendo assim, fique atento ao app Caixa Tem para não perder, já que muitos desinstalaram o aplicativo depois do fim dos pagamentos do auxílio.

Auxílio Emergencial 2021 – Como receber?

Publicidade