Como calcular o Seguro Desemprego

Quando uma pessoa é demitida e pretende dar entrada no Seguro Desemprego, uma das primeiras coisas que ela se preocupa é com o valor recebido e quantidade de parcelas. Aqui em nossa página já divulgamos todas as informações para você aprender a calcular tudo isso manualmente. Hoje vamos dar uma dica pra você calcular o valor das parcelas de seu benefício sem nenhuma dificuldade.

Como calcular o Seguro Desemprego

O site Calcule.net é especializado em apresentar valores de cálculos trabalhistas. Nele é possível calcular rescisões, férias, juros de financiamentos e o valor do benefício Seguro Desemprego. Se você quer saber de forma rápida e prática o valor que irá receber bem como a quantidade de parcelas, a Calculadora do Seguro Desemprego é uma excelente opção.

Acessando esta página você encontrará um formulário e nele deverá preencher algumas informações importantes para o cálculo das parcelas. Você precisa preencher corretamente todos os campos para que o resultado da calculadora corresponda ao valor real que você irá receber do Seguro Desemprego.

Calculadora do Seguro Desemprego

Você deverá informar os seus três últimos salários, a quantidade de meses trabalhados na empresa que está sendo desligado e se foi beneficiado pelo Seguro Desemprego nos últimos 16 meses. Depois, basta clicar no botão “Calcular” e aguardar o resultado. A página seguinte lhe mostrará o resultado no formato abaixo.

Ex: Você tem direito a 5 parcelas no valor de: R$ 1.235,91 totalizando: R$ 6.179,55.

Essa é uma das formas de conhecer o valor que receberá do Seguro Desemprego previamente. Continue ligado em nossa página que em breve teremos mais novidades sobre o assunto.

Categorias: Seguro Desemprego | 1 Comentário

Consulta Seguro Desemprego

Agora que você já sabe o que fazer quando está desempregado, você pode acompanhar o andamento de seu pedido através da internet. Depois de solicitar o benefício junto ao Ministério do Trabalho, você pode realizar uma consulta do seguro desemprego.

Para isso basta preencher os campos do formulário disponível nesta página do MTE, informando o seu número do PIS/PASEP e digitar corretamente o texto que aparece na imagem abaixo. Depois clique no botão “consultar” para que sejam exibidas as informações referente à solicitação de seu seguro desemprego.

Seguro Desemprego pela Caixa

Consultar Seguro Desemprego na Caixa

Você também pode consultar o Seguro Desemprego, assim como outros benefícios como o PIS e o Abono Salarial, através do formulário abaixo (retirado do site da Caixa, também encontrado aqui).

Para realizar a consulta seguro desemprego, basta você completar o formulário encontrado neste site da CAIXA com o seu número do PIS e caso ainda não tenha uma senha, cadastre uma em seu primeiro acesso. Depois redigite o número do seu PIS juntamente com a senha recém cadastrada e verifique as informações apresentadas.

Caso tenha alguma dúvida sobre o seu benefício do Seguro Desemprego, fique ligado em mais novidades que lançaremos em breve aqui na nossa página.

Categorias: Seguro Desemprego | 18 Comentários

Seguro Desemprego Online

Um dos desejos da grande maioria dos brasileiros é ser bem sucedido profissionalmente. Estar no emprego dos sonhos, ser bem remunerado, ter mais qualidade de vida e poder proporcionar um futuro melhor para a família, faz parte dos planos de qualquer trabalhador. Mas nem sempre é fácil percorrer esse caminho e ter uma carreira de sucesso.

Muitos nem sempre tem as oportunidades que gostariam, acabam perdendo o emprego ou acabam fazendo pedido de demissão por não estarem satisfeitos com o cargo que ocupam. Para auxiliar essa parte da população o Governo criou o Seguro Desemprego, benefício que concede ao trabalhador uma assistência financeira temporária.

Seguro Desemprego – Conhecendo o benefício

O seguro desemprego é um benefício previsto na Constituição de 1988 para todo trabalhador demitido sem justa causa, com o objetivo de ajudar o trabalhador a se manter financeiramente enquanto procura um novo emprego. O auxílio faz parte do Programa do Seguro Desemprego que oferece ainda ações de qualificação, orientação e recolocação profissional.

Para os trabalhadores formais, o benefício varia de acordo com o salário recebido nos meses que antecederam a rescisão de contrato e pode ser pago em até cinco parcelas.  Atualmente, o benefício é dividido em cinco categorias, e vamos falar um pouco mais sobre cada uma delas.

Fila para novo emprego - Seguro Desemprego

  • Seguro Desemprego Formal – Instituído pela Lei n° 998 de 1990, tem como principal objetivo prover assistência financeira aos trabalhadores demitidos sem justa causa, auxiliando-os temporariamente enquanto procuram um novo lugar para trabalhar.
  • Seguro Desemprego Pescador Artesanal – Esse benefício é oferecido para pescadores profissionais que por motivos de proteção ambiental (manutenção da espécie, por exemplo), tenha sido proibido de exercer suas atividades.
  • Bolsa Qualificação – Instituída pela Medida Provisória n° 2.164-41 em 2001, o programa visa subsidiar as pessoas que estejam matriculadas em cursos ou programas de qualificação profissional e que tiveram os seus contratos de trabalho suspensos.
  • Seguro Desemprego Empregado Doméstico – Programa destinado aos empregados domésticos que tenham sido demitidos sem justa causa. No caso, o benefício tem durabilidade de 3 meses e o valor de cada uma das parcelas é de um salário mínimo.
  • Seguro Desemprego Trabalhador Resgatado – Este subsídio é concedido àqueles trabalhadores que foram resgatados de regime de trabalho forçado, ou em condições de trabalho escravo. O tempo e valor do benefício, são os mesmos praticados para os trabalhadores domésticos.

Como solicitar o Seguro Desemprego

O empregador deverá entregar ao trabalhador o Requerimento do Seguro Desemprego em duas vias, devidamente preenchido. As vias deste formulário deverá ser levada ao Posto de Atendimento do Ministério do Trabalho e Emprego juntamente com os seguintes documentos: Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho (TRCT), Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade, Comprovante de Inscrição no PIS/PASEP, Extrato do FGTS, CPF e os dois últimos contracheques ou recibos de pagamento. Lembrando que o trabalhador formal deverá solicitar o seguro desemprego do 7° ao 120° dia depois da data de demissão.

receber-seguro-desemprego

Depois de toda a documentação entregue e conferida pelo MTE, o benefício será liberado para o trabalhador, agora apto a receber subsídio. Você pode realizar uma consulta Seguro Desemprego na página do Ministério do Trabalho. Conforme explicamos anteriormente, o valor será proporcional ao valor do salário recebido pelo trabalhador em seu último emprego.

valor das parcelas do seguro desemprego atualmente variam de R$ 678,00 a R$ 1.235,91. A cada recebimento de parcela, o desempregado terá toda a documentação revisada, para conferir se ele ainda está ou não desempregado.

A quantidade de parcelas do seguro desemprego será calculada de acordo com a quantidade de meses trabalhados nos últimos 3 anos. De 6 a 11 meses, o trabalhador terá direito a 3 parcelas do benefício, de 12 a 23 meses ele terá 4 parcelas e de 24 a 36 meses, receberá o valor em 5 parcelas.

Como calcular o Seguro Desemprego

O cálculo do seguro desemprego ao contrário do que muitas pessoas imaginam, não é muito complicado de ser calculado. Os valores devem ser calculados de acordo com a nova tabela que já está em vigor desde 1° de janeiro de 2013. Primeiro deve ser calculada uma média salarial dos últimos três meses, anteriores a data de demissão.

Caso o trabalhador tenha recebido somente nos últimos 2 meses, o calculo deve ser proporcional e assim por diante. Depois a média deve ser aplicada a um percentual de acordo com a tabela abaixo. Agora, você só precisa contar o seu tempo de trabalho e ver quantas parcelas do seguro desemprego você irá receber.

tabela-seguro-desemprego

Fonte: Portal do MTE.

Agora que você já sabe como calcular e solicitar o Seguro Desemprego, basta separar os documentos e comparecer aos postos de atendimento do MTE para solicitar o seu subsídio. Dessa forma, você tem a garantia que nem você, muito menos a sua família, passarão por dificuldades financeiras enquanto estiver procurando um trabalho mais digno e que lhe proporcione uma maior qualidade de vida.

Categorias: Seguro Desemprego | 98 Comentários